Cultura

Paracuru é a primeira cidade cearense a instituir o Dia Municipal da Dança

Paracuru, no Litoral Oeste, é a primeira cidade do Ceará a reconhecer a dança como instrumento de transformação cultural e social no estado. O Projeto de Lei 1.814, sancionado pelo prefeito Eliabe Albuquerque, instituiu a data de 5 de agosto como o Dia Municipal da Dança.

Iniciativa de Alex Santiago, Diretor de Cultura da Secretaria de Turismo, Cultura e Meio Ambiente, a escolha da data é uma homenagem a Flávio Sampaio, nascido nessa cidade em 5 de agosto. Ex-bailarino do Balé do Teatro Guaíra (PR) e do Theatro Municipal do Rio de Janeiro (RJ) e professor fundador da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil (SC), Flávio criou em 2003 a Escola de Dança de Paracuru, que representa um marco de transformação do município em um dos mais importantes centros de formação em dança no Ceará, com reconhecimento nacional e internacional. É autor do livro Ballet Essencial. 

COMENDA “O BAILARINO PESCADOR”

O Projeto de Lei, apresentado pela vereadora Carol Bernardo e aprovado pela Câmara Municipal de Paracuru, criou também a comenda “O Bailarino Pescador”, que anualmente homenageará personalidades que contribuem para o desenvolvimento da dança no Município. A primeira comenda será entregue a Flávio Sampaio, na noite de comemoração do Dia Municipal da Dança.

PROGRAMAÇÃO

Em seu primeiro ano, o Dia Municipal da Dança será celebrado com oficina e espetáculos. A atividade de formação será ministrada das 8 às 12h na Escola de Dança de Paracuru pela professora Isabela Pittá. Às 20 horas começa a programação na Praça de Eventos, com a homenagem e as apresentações artísticas:

 Bolero de Ravel, com Paracuru Cia de Dança e Escola de Dança de Paracuru

  • For Life, com Escola de Dança de Paracuru
  • Entrega da comenda “O Bailarino Pescador”
  • Cinco Canções para um coração vagabundo, participação especial do grupo Um Samba Pro seu Zé.