Cotidiano

Método Supera prepara a volta das atividades presenciais dos seus alunos no mês do setembro amarelo

O Método Supera, escola de ginástica para o cérebro, está preparando o retorno a suas atividades presenciais levando em consideração o decreto estadual número 33.730 que garantiu às escolas particulares de ensino fundamental e cursos livres o funcionamento em período integral, desde que os estabelecimentos cumpram com as recomendações de proteção indicadas pela Organização Mundial de Saúde. A rede do Método Supera preparou uma série de adequações para garantir que os seus colaboradores e alunos possam frequentar as escolas de maneira presencial, ou virtual, de acordo com as suas necessidades de maneira segura.

Entre as ações de precaução contra o novo coronavírus estão: implantação de totens de higienização, com álcool 70% disponível para limpeza das mãos; distanciamento social entre os alunos; uso obrigatório de máscaras de proteção em todos os locais dentro da instituição; cartazes com informes educativos e limpeza recorrente dos ambientes de circulação em comum da escola.

Segundo a diretora do Método Supera em Fortaleza, Selma Freitas, além dessas medidas tomadas, outras ações foram reforçadas dentro das instituições. “Cada sede do Supera está se adaptando rigorosamente ao novo momento. No Supera de Fátima, além das medidas sinalizadas pela OMS, alocaremos os alunos em salas que possuam janelas para melhorar a circulação de ar interno. Outra medida eficaz também está sendo a utilização de produtos de limpeza hospitalar, para garantir que nossos espaços estarão seguros”, diz.

Modelo híbrido

Para os alunos, que mesmo com o retorno presencial das aulas preferirem manter o isolamento, o Método Supera continuará disponibilizando atendimento remoto. De acordo com Selma muitos dos alunos querem voltar a ter aulas presenciais, mas outra grande parcela ainda prefere permanecer em casa e cuidar da saúde da mente de maneira remota. “Para atender esses dois públicos, resolvemos adotar o modelo híbrido de ensino, onde o aluno decide se quer ou não participar dos encontros pessoalmente ou virtualmente e isso vem sendo bem recebido por todos”, afirma.

As atividades presenciais começarão a ser realizadas a partir do dia 08 de setembro nas unidades Supera do bairro do Cocó, Edson Queiroz e Fátima. A expectativa é para que todos possam ser atendidos da melhor maneira, como informa Selma. “A volta das atividades presenciais atenderá uma considerável parcela dos nossos alunos que desejam voltar a interagir socialmente, mesmo que numa distância segura, para estimular a saúde da mente. Conseguimos a liberação e trabalharemos para garantir o aprendizado e a saúde de todos”, finaliza.