Esportes

Ventos estimulam a prática de esportes no litoral oeste cearense

Com litoral privilegiado, sol em boa parte do ano e muito vento, o Ceará é parada obrigatória na rota dos praticantes de esportes náuticos. Segundo a Secretaria de Turismo do Estado, 10,3% dos turistas que chegaram ao Ceará a passeio em 2018 classificaram o turismo de esporte/aventura como motivo da viagem. Destes, 70% são praticantes de kitesurf. No The Coral Resort, complexo turístico em Trairi (CE), cerca de 40% da procura por hospedagem ou compra de casas é por praticantes de atividades esportivas, em especial kitesurf e windsurf.

“O movimento do turismo esportivo puxa alta de diversos segmentos, dentre eles a hotelaria de luxo. No mês de setembro, o The Coral recebeu um dos principais eventos esportivos de kitesurf, a Naish One Week 2020, que tiveram seus ingressos esgotados, o que mostra a força que o Ceará tem como ponto de encontro entre atletas“, destaca Ana Paula Oliveira, gestora de operações do The Coral Beach Resort. O The Coral localiza-se no município de Trairí, a 137 km de Fortaleza, onde ficam algumas das praias mais propícias para prática de atividades como kitesurf, stand up paddle, mergulho e windsurf – dentre elas a Praia de Flecheiras.

 O segundo semestre do ano é um dos principais períodos de alta no turismo esportivo cearense, devido às altas temperaturas entre 24º C e 32º C, além da temporada de ventos, período onde as rajadas chegam a 50km/h, segundo a Funceme. No complexo turístico The Coral, cerca de 80% das casas já estão alugadas para o período de fim de ano, entre dezembro de 2019 e janeiro de 2020.

Sobre o The Coral

Com cerca de 900 mil m², o The Coral é o primeiro empreendimento do grupo holandês Bric no Brasil. Com localização privilegiada e um público selecionado, que já conhece o destino graças a um dos melhores ventos do mundo para a prática do kite surf, o projeto de paisagens paradisíacas tem foco em wellness e no contato com a natureza exuberante de Guajirú. O valor geral de vendas (VGV) do The Coral é estimado em US$150 milhões.