Cultura

Saberes ancestrais da cultura popular são passados de vó para neta em espetáculo de teatro

Com texto de Ricardo Guilherme e direção de Pedro Domingues, nomes de referência das artes cênicas no Brasil, o espetáculo “Tempo Temporão – O Terreiro da Catirina” leva os saberes ancestrais femininos da Cultura Popular Tradicional, para o Centro Cultural do Banco do Nordeste em duas apresentações, nos próximos dias 12 e 13 de março, a partir das 18 horas.

A peça traduz a resistência feminina da cultura popular e suas adversidades, por meio de uma narrativa centrada nas experiências da trajetória de vida de uma vó, Catirina, e no repasse destes saberes ancestrais para a neta Pichititinha, interpretadas por Edneia Tutti e Amália Morais, respectivamente. Toda a marcação das cenas conta com a sonorização musical do músico Zéis.

Ao modo de uma saga, o espetáculo evoca e homenageia os sentimentos, emoções e lutas para a afirmação de uma identidade cultural. Um desejo de exuberância que motiva o fio de uma existência e que ultrapassa o tempo de uma vida, supera a barreira da morte e revive na descendência que perpetua tradições e esperanças. “A peça desperta no espectador o olhar e o saber feminino que a mulher tem na forma de tratar as coisas”, afirma o diretor Pedro Domingues.

O projeto cultural foi contemplado no VII Edital das Artes de Fortaleza – Secultfor. Tem apoio cultural da Prefeitura Municipal de Fortaleza, através da Secretaria Municipal de Cultura. O apoio institucional conta com o Centro Cultural Dragão do Mar, Centro Cultural Banco do Nordeste (CCBN), Instituto Federal do Ceará (IFCE) e Theatro José de Alencar. Agradecimento: Casa Absurda, Cia. Cordapés, Grupo Pavilhão da Magnólia, Cia. Prisma das Artes, Tecesol, Casa de Zoé, Bobox Produções e Grupo Estação de Teatro.

Elenco

Edneia Tutti, atriz licenciada em teatro pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia – IFCE, e pelo Curso de Arte Dramática – CAD da Universidade Federal do Ceará – (1993). Integrou como atriz pesquisadora na Associação Radicais Livres (199 – 2005) e na Cia. Pã de Teatro (2007 – 2012). É doutora (2012) e Mestre em Educação (2007) pela UFC, com pesquisas na área teatral – processos de criação e formação do ator. É especialista em gestão e políticas culturais (Universitat de Girona e Observatório Itaú Cultural – 2017). Metodologia do Ensino das Artes (UECE – 2003) e Psicopedagogia (2001 – UECE). Integra o Grupo de Investigação em Arte, Ensino e História – IARTEH /UECE do Grupo de Pesquisa em Drama (IFCE).

Amália Morais, atriz e produtora teatral. Especializada em Gestão e Políticas Culturais pela Universitat de Girona (Espanha) e Itaú Cultural (2018). Licenciada em Teatro pelo Instituto Federal do Ceará (2015). É formada em teatro pelo curso Princípios Básicos de Teatro do Theatro José de Alencar (2009). No teatro, atuou nos espetáculos Prometeu (20140) do Habitat de atores; Tentativas contra a vida dela (2013), Dom Poder (2010) do grupo Expressões Humanas; A Menina dos cabelos de capim (2010) as Cia. Pã, das Antigas (2010) da Cia.; Vida Cênica, Circolar (2009) no TJA. Participou da residência artística Laboratório da Cena (2016) do Grupo Potiguar Clowns de Shakespeare. No audiovisual atuou nos filmes de curta metragem: Algo mais sobre a fala e o silêncio (2015) do diretor Felipe Camilo, Belizária (2016) com direção de Crasso Santiago.

Ficha Técnica

Texto: Ricardo Guilherme / @ricardoguilherme_rg

Direção: Pedro Domingues

Elenco: Amália Morais e Edneia Tutti @edneiatutti

Direção musical: Zéis @zeis_musica

Direção de arte:  @jomamarcelino

Iluminação: @wfacanha

Cenotecnia: @klebsonalberto @pedrodominguesce @jomamarcelino @rogerioferrazoficial

Produção executiva: @paulasilveira.ce @atelierdoimaginario

Assistente de produção: Edgleisson Sousa

Identidade visual e Fotografia: @tim_oliv

Assessoria de imprensa: @degagecomunicacao

Serviço

Tempo Temporão – O Terreiro da Catirina

Classificação etária: 14 anos

Dias: 12 e 13 de março de 2020

Horário: 18 horas

Local: Centro Cultural Banco do Nordeste (End: R. Conde d’Eu, 560, Centro).

Acesso gratuito, sujeito à lotação. Retirada dos ingressos 1 horas antes do espetáculo.

Informações: 85 3209.3500