Determinação e incentivo são fundamentais para enfrentar e vencer as barreiras que surgem na vida de qualquer pessoa. Quando se tem uma deficiência visual, por exemplo, esses fatores ganham uma importância ainda maior. Se naSociedade de Assistência aos Cegos (SAC), mais conhecida como Instituto dos Cegos, a vontade de superação é abundante, faltava o apoio para levar adiante iniciativas de estímulo aos deficientes visuais.

Foi nesse ambiente que surgiu o grupo de teatro Olho Mágico, uma iniciativa do Instituto Vida Cidadã (IVC), presidido pelo empresário Tadeu Oliveira, que abraçou o projeto idealizado pelo médico geriatra, mágico e ator de teatro Marcos Queiroz. O IVC nasceu com o objetivo de defender e promover os direitos dos excluídos e o grupo teatral surgiu para fortalecer a autoestima dos participantes do projeto. Criado em fevereiro deste ano, o “Olho Mágico” é o primeiro grupo de teatro do Ceará formado apenas por atores cegos. “Ao participar do grupo Olho Mágico, os integrantes percebem que são capazes, que podem ser o que quiserem. A deficiência visual deixa de ser um agente limitador para essas pessoas. Com sensibilidade, cada um encontra uma nova forma de encarar o mundo e resignificar a realidade”, ressalta Tadeu Oliveira.

Após dez meses de aulas de linguagem corporal e de exercícios vocais e de improvisação coordenadas pelos atores e professores Lucas Duarte e Nadia Fabrici, o grupo vai estrear o “Vila Paradiso”, um espetáculo em oito esquetes, com textos de autores conhecidos como Luís Fernando Veríssimo, Chico Buarque e Samuel Beckett. São histórias do cotidiano que terminam sempre com um final feliz. A direção é Dr. Marcos Queiroz. As apresentações do “Vila Paradiso” acontecem nos próximos dias 22, 23 e 24 de novembro, no auditório do Instituto dos Cegos.

Uma das atrizes é Ana Maria Ximenes, que é jornalista e perdeu boa parte da visão aos 52 anos, vítima de um glaucoma. Por conta da nova condição, sofreu com depressão, mas encontrou no teatro um nova oportunidade. “É uma nova chance, ímpar, em nossas vidas. É a chance de realizar um sonho. Fazermos o que amamos e que por termos baixa visão não achávamos ser possível”, comemora ao falar sobre a estreia do espetáculo junto aos seus colegas.

Serviço: Estreia do espetáculo “Vila Paradiso”

Em cartaz: Quinta – 22/11 (9h30); Sexta – 23/11 (15h); e Sábado – 24/11 (19h)

Local: Auditório do Instituto dos Cegos (Av. Bezerra de Menezes, 892, bairro São Gerardo, Fortaleza)

Ingressos: R$ 10,00 (vendidos antecipadamente na coordenação da Escola do Instituto dos Cegos ou na entrada do teatro)

Direção teatral: Marcos Queiroz / Coordenação: Nadia Fabrici e Lucas Duarte

Realização: Instituto Vida Cidadã, presidido pelo empresário Tadeu Oliveira

Apoio: Sociedade de Assistência aos Cegos (Sac) – Instituto dos Cegos