Colunas

México é referência em implante capilar na América

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), pelo menos metade da população masculina do planeta apresenta algum grau da disfunção nos cabelos até os  50 anos. Somente no Brasil,  são estimados em média 42 milhões de brasileiros reféns da calvície.

Causas

Os tipos mais comuns de alopecia são a alopecia androgenética de padrão masculino ou feminino, a alopecia areata e uma condição em que o cabelo fica mais fino denominada eflúvio telógeno. A principal causa da alopecia androgenética é ,como o próprio nome diz,  o fator genético, além da presença da testosterona, atingindo principalmente homens. A causa de alopecia areata é autoimune. A causa de maior parte dos casos de eflúvio telógeno é o stresse físico ou psicológico provocado por um evento, sendo bastante comum nas mulheres após a gravidez.

Entre as causas menos comuns de queda de cabelo sem inflamação ou cicatrização estão condições psicológicas como a tricotilomania, causas traumáticas como a alopecia de tração, determinados medicamentos, incluindo os usados em quimioterapia e no tratamento da SIDA e desnutrição. Entre as causas de queda de cabelo associada a inflamação ou cicatrização estão infeções fúngicas, lúpus eritematoso, radioterapia e sarcoidose.[2][3] O diagnóstico da condição baseia-se em parte nas áreas afetadas.

Tratamento

O tratamento da alopecia pode incluir remédios, mas por causarem efeitos colaterais, o transplante capilar é o método mais indicado para a recuperação dos fios. Na America temos o México como referência nesse tipo de tratamento, com profissionais e equipamentos de nível mundial.

Capilclinic

Capilclinic é especializada no tratamento de implantes capilares no México e dispõe de profissionais com a certificações internacionais , capacitados nas mais modernas técnicas do mercado, com acompanhamento pós-operatório no México ou à distância.

Técnica FUE

Como o nome indica, com esta técnica, os cristais de safira são usados para abrir os micro canais com precisão ideal, ao contrário de outras técnicas mais tradicionais de FUE.

Algo para levar em conta a técnica FUE para o enxerto capilar é que é uma intervenção cirúrgica que está dentro dos procedimentos ambulatoriais, ou seja, é minimamente invasiva, pois envolve a remoção dos folículos pilosos da área doadora. um por um, por isso não é necessário remover tiras de couro cabeludo, o que aconteceu em outras técnicas, como o FUT .

Esta é uma técnica de última geração que minimiza o aparecimento de cicatrizes e reduz a duração do tratamento pós-operatório, graças ao fato de que não são utilizados pontos.

É todo esse conjunto de vantagens que torna a técnica que muitos pacientes solicitam quando se trata de realizar um enxerto de cabelo de alta qualidade.

Além das técnicas inovadoras e da equipa altamente qualificada, a clínica oferece um espaço com equipamentos de ponta que integram a tecnologia mais inovadora.