Cultura

FNT de Guaramiranga celebra 26 anos enaltecendo os profissionais das artes cênicas

O teatro nordestino é feito com muito talento, paixão, disposição e principalmente resistência, graças a pessoas com ofícios dedicados ao processo de ser e fazer arte. Com um espírito de celebração aos profissionais resistentes que formam essa cadeia produtiva e criativa, o Festival Nordestino de Teatro de Guaramiranga chega à 26ª edição, de 3 e 7 de setembro de 2019, na cidade serrana do Ceará. A abertura oficial será no dia 3, às 18h30, no Teatro Rachel de Queiroz, com apresentação do Grupo Arte Cultura e Memória, da Associação dos Amigos da Arte de Guaramiranga (AGUA), instituição realizadora do Festival.

O FNTG valoriza a produção teatral nordestina em toda a sua diversidade ao longo desses 26 anos de história. Foi assim que se estruturou e se tornou reconhecido. Nesta edição, dá continuidade aos diálogos estéticos e artísticos possibilitados pelo encontro das diversas linguagens artísticas, o que enfatiza a vocação do Festival para o hibridismo.

Em 2019, soma-se a esse discurso uma homenagem aos trabalhadores da arte. Durante os cinco dias, a cidade de Guaramiranga será o ponto de encontro de artistas e entusiastas do teatro, em uma programação inteiramente gratuita, com apresentações de obras que reúnem no processo e na cena o valor, a beleza do trabalho e o papel social e ético-estético dos ofícios do campo das artes da cena.

Com esse conceito foram selecionadas companhias de cinco estados para se apresentarem na Mostra Nordeste: Clowns de Shakespeare (RN) com “Abrazo”, dia 3 às 16h e às 19h30; Pequena Companhia de Teatro (MA), com a montagem “Ensaio sobre a memória”, dia 4, às 19h e 21h30; Grupo Bagaceira de Teatro (CE), com a espetáculo “O Sr. Ventilador”, dia 5, às 16h e 19h; Vilavox (BA), com o solo “Medeia Negra”, dia 6, às 19h e 21h30; e Grupo Magiluth (PE) com “Dinamarca”, dia 6 às 19h e dia 7 às 20h. Com exceção do Vilavox, que estará no Teatro Dona Zilda, e Magiluth, que se apresenta na Escola Prof. Júlio Holanda, os demais grupos da Mostra Nordeste vão estar no palco do Teatro Rachel de Queiroz.

Um dos diferenciais do Festival é pensar o teatro em todas as suas vertentes, com isso, as atividades formativas têm papel de destaque desde sua primeira edição, em 1993. Os espetáculos apresentados na Mostra Nordeste são abordados e explorados em debates realizados na sede da Associação dos Amigos da Arte de Guaramiranga (AGUA), na manhã do dia seguinte à apresentação, com início às 10h. Aberta à participação de grupos participantes e público, os debates são mediados por artistas, pesquisadores, especialistas e gestores que atuam nas artes cênicas.

Neste ano quem vai promover a reflexão sobre as obras nos debates são os dois curadores, Fran Teixeira (CE), diretora do grupo Teatro Máquina, e Alexandre Vargas (RS), artista de teatro, empreendedor cultural, pesquisador e curador de artes cênicas, que se juntam a Hayaldo Copque (BA), dramaturgo, diretor teatral e professor assistente na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB) nesses encontros diários na AGUA.

PALCO CEARÁ E CENA PLURAL

Além da Mostra Nordeste, o FNTG conta com duas importantes mostras exclusivas para as artes cênicas produzidas por grupos e coletivos cearenses, Palco Ceará e Cena Plural, que contribuem diretamente com o fortalecimento do fazer teatral do estado, valorizando as produções de artistas de vários municípios. Serão contemplados grupos de Fortaleza, Baturité, Redenção, Russas e Guaramiranga.

São atrações este ano na Mostra Palco CearáRosa Primo, com “Iracema”, dia 5, às 20h30, no teatro Dona Zilda; Rei Leal Coletivo Teatral, com “As Malditas”, dia 6, às 20h, no Teatro Rachel de Queiroz; Coletivo Artístico As Travestidas, apresentando “Cabaré das Travestidas”, dia 6, às 22h, no Teatro Rachel de Queiroz; As 10 Graças da Palhaçaria, com “Cabaré das Desgraças”, dia 6, às 23h, na Escola Prof. Júlio Holanda; e a Cia de Arte Andanças, apresentando “Devoração”, dia 7, às 19h, no Centro Cultural C. Rolim.

Cena Plural terá a participação da Escola Livre de Teatro do Maciço de Baturité (ELT) com as turmas de formação básica apresentando “A moça que virou cobra”, dia 4, às 20h, na Praça da AGUA; o Grupo Arraiá da Liberdade, de Redenção, com o espetáculo “A Rede do Povo (casamento)”, dia 5, às 20h, na rua, em frente ao Teatro Rachel de Queiroz; a Escola Livre de Teatro Brincantes – Oficarte, de Russas, com “As faces de Antígona”, dia 5, às 21h30, na Escola Prof. Júlio Holanda; os grupos de Dramas de Guaramiranga, com apresentações no dia 6, às 19h, no palco da Central de Artesanato.

Duas intervenções também vão compor a Mostra Cena Plural, na noite de encerramento do FNTG. Às 19h acontece a ocupação cênica “O circo chegou!” em praças e ruas, e às 20h, artistas de circo e teatro ocupam a Praça do Teatro Municipal Rachel de Queiroz com “O espetáculo não pode parar’.

FNT PARA CRIANÇAS

O público infantil tem um espaço cativo na programação do Festival. É o FNT para Crianças, que acontece diariamente na Praça da Prefeitura, mas começa com um Cortejo das Escolas pelas ruas da cidade, no dia 3, a partir das 14 horas. Em cena nesta edição o grupo Desequilibradoz apresenta “Caixinha de Surpresa”, “A Princesa e o Sapo”, “Uirapuru”, “Junto e Misturado”, “Arruaça – Circo a Céu Aberto”.

Numa programação oferecida pelo SESC-CE, o FNT para Crianças terá também: Contação de Histórias com Mônica Rodrigues; a atriz e contadora Paula Yemanjá em “Contos que encantam”; o ator artista Edvaldo Batista com “O pequeno Ogum”; juntos, Paula Yemanjá e Edivaldo Batista apresentam o espetáculo “As fadas”; e a Cia Prisma de Artes encena “As aventuras de João Sortudo”.

MÚSICA NO FNT

A música também é tradição no Festival Nordestino de Teatro, aquecendo as noites com instrumentistas e cantores de Guaramiranga e artistas convidados, no Palco da Música, na Praça do Teatro Municipal ou no Odilon Bar. Começa com o show “Eu preciso cantar!” apresentado por compositores e intérpretes da cidade, dia 3, às 21 horas. Nas noites seguintes as atrações são: Glauber Nocrato e a Escola de Música de Guaramiranga com o show “Caetanear”, Banda Samba Delas, DJs, Banda Nazirê, do Crato, e as cantoras Lorena Nunes, Di Ferreira e Pepita York no show “Las Tropicanas”.

26º FNTG é uma realização da Associação dos Amigos da Arte de Guaramiranga (AGUA), com apoio institucional do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult) e apoio da Prefeitura de Guaramiranga e do SESC Ceará. Tem a consultoria executiva da Quitanda das Artes. Agradecimento especial: Enel.

SERVIÇO

26ª edição do Festival Nordestino de Teatro de Guaramiranga: De 03 a 07 de setembro de 2019 em Guaramiranga, Ceará. Informações: (85)3321-1405, fnt@agua.art.brfnt.agua.art.br. Facebook e Instagram: fntguaramiranga. GRATUITO.